logo
rss  Vol. XV - Nº 236         Montreal, QC, Canadá - quinta-feira, 04 de Março de 2021
arrowFicha Técnica arrowEstatutos arrowPesquisar arrowContacto arrowÚltima hora arrowClima
Partilhe com os seus amigos: Facebook

Em Portugal

Número de imigrantes desceu

Lisboa (Lusa) - O número de imigrantes registados em Portugal desceu ligeiramente de 2007 para 2008, situando-se nos 443 mil, contra os anteriores 446 mil, indica um relatório da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económicos.

Segundo a análise geral sobre migração internacional de 2010, apresentada em Lisboa, em 2008 chegaram 32 300 imigrantes a Portugal, registando-se um aumento do número de romenos, 16 por cento do fluxo migratório para Portugal.

Os números da OCDE indicam que 5300 romenos chegaram a Portugal em 2008, um número oito vezes superior ao registado nos três anos anteriores.

A seguir aos romenos, registaram-se, em 2008, 3500 entradas de cabo-verdianos, 3500 brasileiros e 2700 cidadãos do Reino Unido.

Do total de imigrantes em Portugal, os brasileiros continuam a ser os mais dominantes, com 24 por cento da população imigrante, seguidos dos cabo-verdianos (14,7 por cento) e dos ucranianos (11,8 por cento).

O número de vistos de permanência atribuídos a cidadãos de fora da União Europeia desceu de 21 082 em 2007 para 17 548 em 2008, atribuídos a brasileiros (20 por cento), cabo-verdianos (20 por cento), moldavos (12 por cento) e, em número crescente, chineses (4,1 por cento).

O número de estrangeiros que adquiriram nacionalidade portuguesa mais do que triplicou em 2008, de 6020 registados em 2007 para 22 408 em 2008, 27 por cento dos quais cabo-verdianos, 18 por cento brasileiros e 10 por cento moldavos.

A OCDE atribui esta subida à nova lei da nacionalidade que entrou em vigor no fim de 2006.

No que toca à força laboral, em 2008 a OCDE contou em 497 500 trabalhadores em Portugal nascidos fora do país, equivalentes a 9,4 por cento da força laboral total.

Depois de o desemprego entre estrangeiros ter descido 10 por cento de 2006 para 2007, em 2008 registou-se um aumento de 24 por cento em relação ao ano anterior.

Quanto aos pedidos de asilo, o relatório da OCDE regista uma descida dos 224 de 2007 para apenas 161 em 2008.

Destes, os maiores números vieram do Sri Lanka e da Colômbia (26), da República do Congo (20) e da Bósnia-Herzegovina (10).

Portugal
O número de imigrantes registados em Portugal desceu ligeiramente de 2007 para 2008, situando-se nos 443 mil, contra os anteriores 446 mil, indica um relatório da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económicos.
Em Portugal.doc
O tempo no resto do mundo

Arquivos

Acordo Ortográfico

O que é o novo acordo?

O LusoPresse decidiu adotar o novo acordo ortográfico da língua portuguesa.

Todavia, estamos em fase de transição e durante algum tempo, utilizaremos as duas formas ortográficas, a antiga e a nova.   Contamos com a compreensão dos nossos leitores.

Carlos de Jesus
Diretor

 
LusoPresse - 2021