LusoPresse
Ano  X - Nº 146 Montreal, 1 de Outubro de 2006 Notícias e comentários da comunidade lusófona
ARTIGOS E COMENTÁRIOS
Vantagem de Lula
Editorial
O Mundo do Vinho
Domingo é um dia difrente
Prioridades - Habitação e Educação
Mistérios
Olho Comunitário

  Editor: Norberto Aguiar
  Director: Carlos de Jesus
  Meteo

Links Úteis

Teia Portuguesa



Carrefour Lusophone


Viragem.net
Páginas de Montreal

Saturnia
Primeira Página Outras Páginas

No concelho da Lagoa

HABITAÇÃO E EDUCAÇÃO, AS GRANDES PRIORIDADES

Por Cristina DecQ Mota

Com esta medida todas as partes estão empenhadas em garantir uma maior taxa de sucesso escolar Quando o Verão se aproxima do fim e a época balnear está a terminar com um saldo muito positivo, uma vez que o Complexo Municipal de Piscinas e o Porto da Caloura continuaram a merecer a preferência por parte de muitos banhistas, o mês de Setembro foi decisivo em muitos aspectos no município de Lagoa. Desde logo, realça-se a inauguração dos apartamentos a custos controlados na Vila de Água de Pau, a 12 de Agosto, e que veio dar resposta à carência económica de muitos casais, principalmente jovens.

Para a construção destas moradias plurifamiliares de tipologia T2 e T3 a Câmara Municipal de Lagoa, entidade parceira, cedeu o terreno. Este edifício foi projectado pelo Arqto. Gomes de Menezes, sendo que, os 32 apartamentos estão dispostos em três pisos e integrados na Urbanização do Paul, onde já foram entregues 15 habitações sociais e onde serão disponibilizados, em breve, 10 lotes para autoconstrução.

Em matéria habitacional cabe, ainda, salientar uma outra medida que vem de encontro `as necessidades da nossa população: a Câmara de Lagoa decidiu manter os mesmos valores, para 2007, relativamente ao IMI (Imposto Municipal sobre Imóveis) para prédios urbanos. Deste modo, aos prédios urbanos já avaliados vai continuar a ser aplicada uma taxa de 0,8%, enquanto que aos prédios urbanos avaliados nos termos do novo CIMI, a taxa será de 0,3%.

Ao mesmo tempo, Setembro de 2006, marcou um ponto final de um longo processo que se arrastava há mais de três décadas. No Cabouco, o início do ano lectivo coincidiu com o fim do regime de desdobramento nas aulas do 1º ciclo.

A solução, de carácter transitório, foi encontrada pela Câmara Municipal de Lagoa em parceria com o Centro Social e Cultural do Cabouco e o Conselho Executivo da EB/JI de Lagoa em que, para o efeito, o Centro Social e Cultural do Cabouco cedeu duas salas do seu edifício, destinadas a ATL, para que neles decorra as aulas do pré-escolar.

Entretanto, irá decorrer a obra de ampliação desta escola, para a qual o projecto já se encontra concluído, estando previsto o lançamento a concurso desta obra, ainda, no corrente ano.

Com esta medida todas as partes estão empenhadas em garantir uma maior taxa de sucesso escolar, uma vez que os indicadores a este nível sobre a freguesia do Cabouco apresentam resultados bastante insatisfatórios.

Lagoa - Açores


Copyright 2004-2006 LusoPresse
All copyrights acknowledged. All rights reserved.