www.lusopresse .com

 Este espaço está reservado para os nossos anunciantes. Para mais informações:
 514-272-0110

www.lusopresse.com - Editor: Norberto Aguiar - Director: Carlos de Jesus
Menu desta edio
   

Volume VIII - Nº 108

 
 
 
 

LusoPresse

Redacção:

5740, rue Saint-Urbain

Montréal, Qc H2T 2X3

Tel.: (514) 272-0110

Fax: (514) 272-2241

E-mail:lusopresse@bellnet.ca

-:-

Administração

6475, rue Salois - Auteil

Laval, Qc H7H 1G7

Tel.: (450) 628-0125

       (514) 835-7199

Fax: (450) 628-0126

Este espaço é para si! Telefone-nos:
514-835-77199

 

 

Meaghan Benfeito

Já tínhamos ouvido falar na menina-prodígio dos saltos para a água, Meaghan Benfeito. Contudo, temos de admitir, julgávamos que a jovem atleta de origem portuguesa não fosse tão boa quanto é na realidade. A chamada de atenção fizeram-na os grandes jornais nacionais quebequenses La Presse e o Journal de Montreal. La Presse dizia mesmo num dos seus mais recentes artigos que «Meaghan Benfeito, de 15 anos, é uma das vedetas em crescimento...». A salteadora acabava de vencer a prova da sua categoria numa competição de sete países, na qual tomaram parte 200 atletas oriundos de potências como os Estados Unidos e a Austrália...
                                                                           Destaque...

Um Consulado Aberto

Diplomata de carreira, o Dr. Carlos Folhadela de Oliveira chegou a Montreal há pouco mais de dois meses, depois de duas missões no estrangeiro. A primeira junto da Embaixada de Portugal na Cidade da Praia, em Cabo Verde, onde a experiência andava mais à volta de questões de vistos e de cooperação internacional. A segunda, em França, nos arredores de Paris, mais propriamente em Versalhes, uma região onde vive quase um milhão de portugueses. Montreal é o terceiro posto no estrangeiro, e o segundo em terras de emigração portuguesa propriamente dita. Evidentemente que os problemas da área consular deste lado do Atlântico não são os mesmos que teve de enfrentar em França, mas a experiência vai seguramente servir-lhe.
Destaque...

Multiculturalismo no Quebec

Todos nós sabemos que a palavra Multiculturalismo está em desuso no Quebeque.

Na ordem habitual, Ana Paula Rodrigues, Manuela Delbiondo, Raymond Chan, Raymonde Folco e Lina Pereira.

E quem contribuiu para isso foram governos quebequenses arrogantes, que poderíamos chamar de governos anti-étnicos, pois a vontade deles era transformar de repente um indiano, um chinês, um árabe, mesmo um português, num quebequense de «souche». Foi assim nos últimos anos e nada nos aponta para que a situação se modifique. E tanto faz estar o Partido Quebequense no poder como estar o Partido Liberal, que da ADQ não podemos falar por falta de exercício governativo, se bem que não seja difícil perceber de que lado estará também este partido.
Destaque...

LusoPresse-Homenagens

O LusoPresse fez oito anos no passado dia 1 de Dezembro. E oito anos são para serem comemorados. É por isso que a Direcção do LusoPresse está reunindo forças para que, a 30 de Janeiro próximo, o LusoPresse possa promover a efeméride, que será modesta, é certo, mas sempre de coração aberto.
Destaque...

Com o Porto no Japão

Com o Futebol Clube do Porto no Japão, onde se tornou campeão Intercontinental – e não Mundial como alguns querem fazer crer – foi o Boavista, este fim-de-semana, a honrar a Cidade Invicta, ao passar para o comando da Superliga, mercê da sua vitória caseira (1-0), diante da Académica, que por sua vez desceu para os «infernos» do último lugar, e logo isolada, com 11 míseros pontos.
Destaque...

Dog Days

O Jeff e a Maria entram com relativa frequência nestas crónicas. Há outros amigos, mas o casal é particularmente fecundo provedor de matéria nova. Desta vez pediram-nos um especial favor e a eles custa negar o que quer que seja. Era para lhes tomarmos conta do cão enquanto iam uns dez dias para o Colorado. Da última vez ele ficara num canil e entrara em grave depressão. Daí o pedido. Mas não era para o animal vir cá para casa nem se tratava de lá irmos tratar dele. Pura e simplesmente o favor implicaria (a fim de perturbar o menos possível a rotina do bicho) viver em casa deles, ali em Barrington. A vinte minutos daqui, não é a lonjura que incómoda, mas o estar fora do meio onde temos tudo. No entanto, era tempo de férias. A casa tem piscina, campo de ténis, uma prainha perto, e há bons hotéis com muito menos aliciantes. A preço de tratar do Dominoe, não seria grande o sacrifício.
Destaque...

Editorial

Nos últimos 50 anos a comunidade portuguesa do Quebeque teve a oportunidade de conhecer vários cônsules. Alguns deixaram boas recordações, outros deixaram recordações que eram preferível esquecer, outros nem sequer deixaram recordações nenhumas. Qual será a marca que o novo cônsul vai deixar na memória colectiva da comunidade? O futuro o dirá!
Destaque...

Encontros - Memória

Montreal – Foi no dia 20 de Novembro passado que foram divulgados os Grands Prix du patrimoine d’expression du Québec. O projecto “Encontros. La communauté portugaise. 50 ans de voisinage” foi galardoado com um Grand Prix. No Complexe William-Hingston esteve patente a exposição e as várias actividades do projecto Encontros que recebeu o prémio Jean-Collard – Communauté en fête. Com a atribuição deste prémio procura-se dar relevo a uma festa, a um festival ou a um evento comunitário, ao seu impacto na valorização do património de expressão do Quebeque e à contribuição para o desenvolvimento cultural quebequense.
Destaque...

Escola Portuguesa de Brossard

No próximo dia 31 de Dezembro, como reza a tradição, a Portugália – Tradição e Cultura organiza o seu tradicional Baile de Fim d’Ano. Uma festa num ambiente de sonho, num local convidativo a acolher o novo ano com esplendor!
Destaque...

Sandy Gonçalves

Depois de ter descoberto as suas raízes em Portugal, a Sandy não voltou a ser a mesma. Em termos de identidade cultural, entenda-se. Até então, a terra dos pais e tudo quanto lhe dizia respeito não passavam de imagens, de sons, de lendas como num mundo imaginário. Depois de várias férias em Portugal, no Minho, vendo castelos, aldeias e coelhinhos à solta... passou a ficar apaixonada por aquelas terras e pela língua das suas gentes.
Destaque...

Livro sobre luso-descendentes

Redacção - O LusoPresse, no âmbito do seu oitavo aniversário, lança sexta-feira o livro dos professores José Carlos Teixeira e Armando de Oliveira, cujo tema é caro aos portugueses deste país, pois nele estão reflectidas as grandes questões que se põem os jovens lusodescendentes, os quais são, nem mais nem menos, o futuro da nossa comunidade. «Jovens Portugueses e Lusodescendentes no Canadá: Trajectórias de Inserção em Espaços Multiculturais» teve apoio dos governos dos Açores e de Portugal e para além de ser lançado em Montreal vai também ser apresentado em Toronto, amanhã. De resto, este livro teve um primeiro lançamento, no Verão passado, nos Açores.
Destaque...

Mensagem de Fernando André

Caros familiares e amigos em Portugal, no Canadá, Brasil, França, E.U.A., Austrália e possivelmente noutros lugares...
Destaque...

Romeiros de Montreal

O Mestre dos Romeiros de Montreal, João Vital, informa a Comunidade que o Rancho de Romeiros vai a São Miguel (Açores) em 2005. Para isso, o rancho necessita de mais 10 ou 12 Irmãos da região de Montreal.
Destaque...

Saber Açores

Saber Açores acaba de comemorar o seu quinto aniversário. Na ocasião esteve presente o presidente do Governo dos Açores, Carlos César. No decorrer da Gala foram entregues prémios a algumas individualidades da vida açoriana. Assim, a Saber Açores escolheu para personalidades do ano 2004 Roberto Amaral, até agora Secretário Regional da Presidência para as Finanças e Planeamento (área política), Manuel Ferreira, escritor e historiógrafo (área da cultura) e Antero do Rego, empresariado. O presidente do Governo foi convidado a entregar os prémios aos galardoados.
Destaque...

Ter ou não ter religião

Este é um tema que muitos julgarão “politicamente incorrecto”. Falar de política e de religião nem sempre é fácil. No tempo do Salazar havia no clube de futebol da minha pacata parvónia um dístico na parede dizendo: “É proibido discutir política ou religião”. E, como era da praxe, ninguém abria o bico “publicamente” sobre assuntos tão espinhosos. E aqui também não é fácil quando os chamados “valores morais” estão em moda. A religião é uma coisa que os humanos vêm praticando há milénios. Perdido no meio duma natureza inóspita, agressiva, sem conhecer o porquê de si ou do mundo que o rodeava, ele deu-se em criar toda uma cosmogonia de símbolos, mitos e deuses, para explicar o inexplicável. E, baseadas nesses mitos e nesses Deuses se criaram e se extinguiram civilizações e povos. Esses mitos se tornaram em força aglutinadora, explicativa do mistério que a todos assombrava. Nesse estado emocional, tudo era explicado pelo mistério da fé. A razão, só mais tarde viria a desenvolver-se, juntamente com a observação dos fenómenos naturais, o raciocínio, o estudo da Natureza e do Universo. E foi então que nasceu a rivalidade entre a Fé e a Ciência. A Fé é a capacidade inata de crer e de aceitar sem discutir, sem duvidar, naquilo que alguém disse e estabeleceu como “verdade”. E nas centenas de religiões criadas à face da terra, cada uma tem a sua verdade. E todas essas “verdades” se contradizem umas às outras. E tão contrárias e odiosas, que não têm receado de se atirar raivosamente umas contra as outras. Todas defendendo o seu Deus, como o “único verdadeiro”.
Destaque...

Trajectos de Portugal

Na sequência da decisão tomada no último dia de Novembro, Jorge Sampaio, Presidente da República, confirmou, no passado dia 10 de Dezembro, depois de ouvidos os partidos políticos e o Conselho de Estado, a dissolução da Assembleia da República e anunciou a marcação das eleições legislativas para o dia 20 de Fevereiro de 2005.
Destaque...

FELIZ NATAL
BOAS FESTAS